Por que homens são silenciosos na cama

24 11 2008

Outro dia, tava num bar com a galere e surgiu um assunto muito interessante. Uma menine perguntou, “por que vocês homens são tão silenciosos na cama?” Pensei com meus botões (embora não tivesse nenhum botão): “Taí, é mesmo, por que a gente não geme igual a elas durante o zéguizo, gemza?”

Cada um expôs suas teorias, o papo rendeu, e, no dia seguinte, fui pesquisar o assunto no Google. Acabei encontrando um relatório muito interessante sobre o tema, mostrando o que acontece com 88,63% dos homens durante a prática do be-bop-a-lula, e resolvi traduzir uma parte para postar aqui na Lan House do Purgatório. A gente sabe que vocês gostam, seus safadenhos.

A explicação contida nesse relatório não serve para todos os homens, mas descreve a realidade de muitos.

Segundo o trabalho, os homens silenciosos na cama estão muito ocupados… pensando. Você leu direito. Pensando. Cataratas. É que, de acordo com a pesquisa, na cultura machista em que vivemos cabe aos homens mostrar serviço, impressionar a menine. Ela, por sua vez, pode acabar assumindo um papel mais relaxado, mais “tô deixando na tua mão, me mostra aí do que você é capaz”.

Resultado: o cara pode ficar com aquela expectativa de desempenho e grande parte da espontaneidade vai pras cucuias. Felizmente, nem todos os casais são assim na cama, mas isso ainda rola litruz.

E não se trata de estar simplesmente “pensando”: trata-se de uma verdadeira multi-tarefa biopsíquica de proporções épicas!

O neuro-processador miserável dos menines, que já não é lá grande coisa — em geral, eles vêm equipados com um processador “Célebron” numa placa-mãe modelo “Comofas?” —, tenta dar conta na cabeça de cima de complicados algoritmos da brinks que a cabeça de baixo se esforça para executar direito, nem sempre com sucesso.

O trecho que traduzi é a transcrição de um diálogo que aconteceu entre os pensamentos de um cara na hora do zéguizo, a parte do cérebro dele que toma decisões autônomas (doravante chamada “processador da brinks”) e a menine que estava ali sem fazer a mais pálida idéia da miséria que afligia o pobre diabo.

Tudo começa mais ou menos nessa base:

“OK, hora da brinks! Eba!”
“Espero não estragar tudo dessa vez”
“Hum, tô no orifício correto?”
“Não, pera… achei!”
“OK, começando devagar”

Não demora muito até que as ondas cerebrais começam a revelar que um processo de pânico silencioso começou a se instalar (por fora, tudo parece normal):

PENSAMENTO: “Droga, ela acaba de se mexer”
PENSAMENTO: “Será que acertei o ponto G ou machuquei ela?” |gemidos suaves|
PENSAMENTO: “Ela está começando a gemer!”
PENSAMENTO: “Mas será que é porque tá doendo ou porque tá gotozinho?”
PENSAMENTO: “Vou acelerar o ritmo um pouco” |gemidos se intensificam|
PENSAMENTO: “Ela tá gemendo mais alto, agora é ctzzz que tô fazendo direito”
PENSAMENTO: “YES! Ela tá começando a ficar moliadinha litruz, assim está melhor”
PENSAMENTO: “Deixa eu tentar mudar o ângulo um pouco…”
………………………….
PENSAMENTO: “Não, não gostei assim” |gemidos páram|
PENSAMENTO: “Droga, como é que eu estava fazendo antes mesmo?”
PENSAMENTO: “Dane-se, vou tentar uma posição diferente”
ELA: Ai!
PENSAMENTO: “É… ctzzz que assim machuca”
ELA: O que você está fazendo?
PENSAMENTO: “Perigo! Perigo!”
PENSAMENTO: “Reduzir para 30 nós!”
PENSAMENTO: “Inverter turbinas!”
PENSAMENTO: “Acionar os flaps!”
PENSAMENTO: “Baixar trem de pouso!”
PENSAMENTO: “Verificando sistemas”
ELE: Você está bem?
ELA: Err… sim
PENSAMENTO: “Não houve danos ao sistema”
ELE: OK, vamos tentar novamente

—Passam-se cinco minutos. Basicamente, o processador da brinks assume as tarefas em segundo plano—

PENSAMENTO: “OK, recomeça a partida” |gemidos aumentam de intensidade e freqüência|
PENSAMENTO: “Alvo à vista, manter posição” |o corpo inteiro começa a sentir coisinhas|
PENSAMENTO: “Bora… Bora…” |o corpo se contorce|
PENSAMENTO: “Segura… segura…”
PROCESSADOR DA BRINKS: ALERTA. ALERTA
PENSAMENTO: “Ai, droga!”
PROC. DA BRINKS: RISCO DE SOBRECARGA DO SISTEMA
PENSAMENTO: “Droga, ainda não está na hora!” |gemidos escandalosos|
PENSAMENTO: “Agüenta mais um pouquinho, mew”
PROC. DA BRINKS: VAZAMENTO IMINENTE
PROC. DA BRINKS: SOBRECARGA DO SISTEMA EM CURSO
PENSAMENTO: “POR MERLIN! Acho que não vou conseguir segurar”
PENSAMENTO: “Preparar para desligar piloto-automático e assumir o controle do sistema”
PROC. DA BRINKS: SOBRECARGA. SOBRECARGA
PENSAMENTO: “Arremeter, arremeter”
PROC. DA BRINKS: PILOTO-AUTOMÁTICO RELIGADO
PENSAMENTO: “NÃO! DESLIGA ISSO! DESLIGA ISSO!”
PROC. DA BRINKS: ALVO NA MIRA. ALVO NA MIRA
PENSAMENTO: “Se eu gozar agora é cedo demais?”
PENSAMENTO: “Se eu gozar agora é cedo demais?”
PENSAMENTO: “Se eu gozar agora é cedo demais?”
PROC. DA BRINKS: |freqüência cardíaca do alvo: OK|
PROC. DA BRINKS: |respiração do alvo: OK|
PENSAMENTO: “Tenho… que… segurar… mais… um pouco…”
PROC. DA BRINKS: |BE-BOP-A-LULA FEMININO INICIADO|
PENSAMENTO: “Não… consigo… segurar… mais…”
PROC. DA BRINKS: |BE-BOP-A-LULA FEMININO EM CURSO|
PENSAMENTO: “Está fora do meu controle, entrego à mãe natureza!”
PROC. DA BRINKS: VÁLVULA PRIMÁRIA ABERTA: BE-BOP-A-LULA EM PROGRESSO |PLOSHHHHH|
PROC. DA BRINKS: SEU SISTEMA ESTÁ SENDO DESLIGADO AUTOMATICAMENTE
ELA: Querido, você está bem?
ELE: Sim… minha cabeça tá doendo…
ELA: Oh, desculpe… |fica sem graça|
ELE: Não, a outra cabeça
ELA: O quê?
ELE: Nada. Você gozou?
ELA: Como assim, você não notou!!
ELE: É que eu tava meio ocupado na hora
ELA: Você é sempre tão misterioso, gemza
ELE: Da próxima vez, deixo você pilotar
ELA: Dá licencinha, preciso fazer xixi

Reflitão

Aleléx

Tradução e adaptação exclusivas do Lan House do Purgatório sobre original de Jon Elkins.
Anúncios




Descubra se você trepa demais ou de menos

6 08 2008

Ficou curioso, né! Tá interessadinha, néééé!

Bem, galere, o Lan House do Purgatório traz hoje a chance de você descobrir se já transou com mais ou menos gemza do que a galere da sua idade – sem ter que ficar fazendo essa pergunta incômoda e indiscreta pros seus amigos (e confiando nas respostas evidentemente mentirosas que eles vão te dar, né, colhega?).

Você preenche sua idade, sexo, diz com quantos menines ou menines já fez be-bop-a-lula, diz se é guei/rachinha, bi ou heterozinho/heterazinha-do-seu-cu, escolhe país (tem Brasil, eeeeee), estado e cidade, e aperta o botão laranja. Suspense!…

Antes do botão laranja, aliás, eles fazem três perguntas opcionais (responde se quiser), que parecem esquisitas, mas, se você quiser responder, servem para eles montarem umas estatísticas bem divertidas que dá pra ler no final, tipo: Vegetariano trepa menos que gemza carnívora? Blogueiro faz mais zéguizo do que não blogueiro? Quem bebe, fuma ou tem tatuagem faz mais be-bop-a-lula do que os abstêmios ou não-tatuados da sua idade? e outras estatísticas miseráveis desse tipo.

Depois de clicar o botão laranja, vai passar pra uma propaganda miserável de um site de namoro. Ignore solenemente, saycu. Basta descer a página e clicar lá embaixo “No thanks, take me to my quiz results”. Agora sim!

Abre quantos be-bop-a-lulas a mais ou a menos você já fez comparando com a média dos menines ou menines da sua idade. Logo abaixo, uma tabela mais detalhada, mostrando os dados de menines e menines e de homens e mulheres adultos em geral,  o que inclui todos os países e idades (“Everyone”), e também exclusivamente do país, estado e cidade que você escolheu. São Paulo, Rio, Minas… os hábitos zeguizuais do brasileiro ao seu alcance!

É sem dúvida a forma mais discreta e simples de ficar sabendo quantos be-bop-a-lulas a galere anda fazendo pelaí!

O Lan House é cara-de-pau, isso você já sabe, mas claaaaaaaaro que não vai te pedir que divulgue aqui se já trepou com 18 pessoas a mais ou com 14 pessoas a menos que a média pra sua idade! Temos mancômetro, oks; então, se você não for o rei ou a rainha da cara-de-pau, considere seus resultados sigilosos, só interessam a você. Maaaaas… se quiser divulgar, também não vamos reclamar hihihihi…

Clica dicumforça para descobrir se a galere da sua idade anda se virando melhor ou pior que você.

Aleléx

P.S.: Mas o Lan House adverte: o que importa é a qualidade, e não a quantidade, como o nosso “Guia do Virgem Desesperado” comprova, ficadica!

.
Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to Ma.gnoliaAdd to TechnoratiAdd to FurlAdd to Newsvine