Lan is in da House

16 11 2009

Gemza querida do éssi dois da lã: Estamos, aos poucos, despertando a Lan House mais acessada entre o céu e o inferno. Foi uma longa hibernação de alguns meses.

Ficamos todo esse tempo tentando convencer São Pedro a nos aceitar no Paraíso, mas, nas palavras do próprio, “não levamos a salvação a sério.” […quem foi o diabinho que inventou a epígrafe do blog?]

Como não conseguimos nos salvar, mas nunca esquecemos da alma perdida eterna de vocês, aproveitamos esse longo afastamento para pesquisar dicas que ajudassem na salvação da galere.

Seja qual for sua religião, etnia, cor, desorientação sexual ou nível de amor por bolinha de queijo fraterno, descobrimos as vantagens e desvantagens de algumas importantes atividades humanas.

O resultado dessa pesquisa inútil inédita você vê a seguir:

feng shui – equilíbrio e harmonia da casa para atrair boas vibrações. Prática bem aceita no céu. Pra quem você acha que o criador pede um trato no design das nuvens?

vudu – prática preferida de quem gostava de pôr tachinhas nas cadeiras. Hoje em dia, são os que cuidam do Facebook do Criador pra responder os pokes.

runas – os adeptos dessa prática costumam ser convidados por São Pedro para cuidar das chuvas de granizo.

hedonismo – evite andar nu pela casa. As paredes do céu têm ouvidos, mas os vizinhos têm olhos.

yoga – ótima opção pra equilibrar a alma, mas cuidado; você pode ter que andar como caranguejo por toda a eternidade.

hinduísmo – você vai se livrar de todos os bens materiais, inclusive do cabelo. Mas vale um alerta, não é necessariamente dos carecas que elas gostam mais.

macumba – aproveite que está na encruzilhada pra deixar a oferenda de galinha preta e escolha o logradouro celeste a seguir, colhega.

Pompoarismo – busca profunda por seu “eu interior”. Muito bonito na teoria, mas cuidado pra não perder nada aí dentro.

consumismo – você pode comprar roupas de marca, carros importados e uma casa na praia, mas seu lugar no céu não está à venda. A não ser que decida dar tudo aos pobres. Ou ao pastor.

absolutismo – você pode controlar o legislativo, o executivo e o judiciário, mas lembre-se: absoluta mesmo, só Stefhany.

cavalheirismo – Você adora mandar flores e abrir a porta pras damas, mas deixá-las passar na frente pelos portões do paraíso que é bom, nada, né?

charlatanismo – o dr. Fritz está sentado à direita de deus pai todo poderoso. Aproveite que nenhum dos dois tá olhando e vá brincar de enfermeiro com a filha do médico.

construtivismo – todo pedreiro frustrado faz pós-graduação na USP e se torna construtor de bordéis no céu, onde pode cantar diariamente todas as anjas contratadas, só que com fundo de garantia.

cromatismo – utilize o poder das cores para equilibrar sua vida. Vale um aviso: faça o que fizer, não use sombra azul.

pessimismo – achar que não vai dar certo algo que daria certo se você achasse que iria dar certo (mas você só acharia isso se sofresse de otimismo). não leva ao céu.

capitalismo – aproveite enquanto está vivo. O céu está seguindo as tendência de web 2.0 e agora todas as nuvens são compartilhadas sem necessidade de senha.

otimismo – você acha que aquela frase paspalha (“sem saber que era impossível, foi lá e fez”) é uma boa frase. Amigo, o otimismo também não te levará pro céu.

cubismo – você sabe que é preciso seguir os costumes e tradições já ensinados, mas ser quadrado demais não rola.

reumatismo desculpem, o estagiário da lan house sentou aqui quando fomos tomar um café e digitou isso, o fanfarrão rs

criacionismo – serão aceitos os católicos fervorosos, protestantes crédulos e usuários de Mac.

ecumenismo – você aceitou todos os mil caminhos que levam ao céu mas, infelizmente, a fila é única.

feminismo – queimar o sutiã na praça pública foi um ato revolucionário. E você aí, com medo de queimar seu filme com o gatinho.

jornalismo – você ficou tão preocupado em entender e explicar o que está havendo no mundo que esqueceu de si mesmo. Volte 4 casas.

sadismo – você adora pisar nos outros. E pior, de salto agulha hipodérmica.

narcisismo – nem precisamos dizer que você vai morrer afogado, né?

maquiavelismo – a base do sucesso de Napoleão. Mas lembre-se da posição em que ele perdeu a guerra; pode doer.

nudismo – é lindo abdicar de suas posses e vergonhas. Mas, por caridade, evite o constrangedor pirocóptero.

pacifismo – caminho perigoso. Você pode ficar a vida inteira se contendo e, quando São Pedro perguntar seu nome, é provável que solte um sonoro “vai toma no olho do seu cu”.

pansexualismo – amor livre, sexo sem limites. Às vezes, o céu parece um enorme Woodstock.

cretinismo – para entender o cretinismo, releia este post desde o início.

Ludivon e Aleléx

Anúncios