As cantadas do pedreiro geek

16 04 2009
nota: este post apresenta um alto grau de Twitterabilidade.

Bem, galere, como muitos de vocês já sabem, a gente aqui da Lan House do Purgatório siamarra no Twitter. Lá, eu sou o @Alelex88 miserável. A Ludivon postou aqui semana passada falando da série história triste encantadora que ela iniciou por lá com a brinks “Ser geek é…”. Suceeeeeesso!

Este post é pra falar da série miserável que comecei mês passado e só foi suceeeeeeesso esta semana: as patéticas zeniais cantadas de pedreiro geek.

Começou assim. Eu tava caminhando pela rua quando passou por mim uma menina tão linda que eu tive vontade de favoritá-la. Twittei isso aquela noite. Em seguida, imaginei que se eu fosse um pedreiro e quisesse mandar uma cantada daquelas bem cafa, provavelmente ia ficar parecendo mais um pedreiro geek. E assim nasceu a primeira cantada:

“essa daí eu favoritava todinha” #pedreiro_geek

Dois favoritaram essa twittada, outros deram reply rindo. Vi que a galere tinha shamado a nasa gostado.

Esta semana, lembrei de fazer a brinks de novo. Zemza! A zeniau Danieli Moreira (@danielimoreira no Twitter, sigam ela já!) mandou a seguinte resposta:

“ô, lá no meu domínio…” #pedreiro_geek

Mew… Ela foi mandando uma melhor que a outra e não parava mais. Eu tentei acompanhar, mas meu lado pedreiro não deu nem pra saída, aí mais gemza foi entrando e, no momento em que escrevo este post, uma busca pela tag #pedreiro_geek gera mais de 15 páginas no Advanced Search do Twitter.

A @twittess, uma espécie de japa-da-boca-aberta brasileira anabolizada por script (só entende quem twitta), seguida por mais de 19 mil gemzas e que manda links como se não houvesse amanhã, chegou a retwittar uma das cantadas da Ludivon. Suceeeeeeeeesso.

Então, chega de lenga-lenga, e fiquem com uma primeira seleção das melhores cantadas de pedreiro geek que rolaram no Twitter esta semana:

  • danielimoreira: você acredita em amor ao primeiro pageview? #pedreiro_geek
  • danielimoreira: seu nome é hoax? por que você é muito linda pra ser verdade… #pedreiro_geek
  • danielimoreira: eu sou noob aqui, me ensina como faz download do teu coração? #pedreiro_geek
  • conradoo: que del.icio.us, hein, que pedaço de bad gateway! #pedreiro_geek
  • leozera: você é o gif que anima minha vida #pedreiro_geek
  • danielimoreira: aí, gata, vai abrir esse teu código pra mim ou eu vou ter que invadir o sistema? #pedreiro_geek
  • danielimoreira: ô, gata, você é fia de programador? por que tá com o código tudo certinho… #pedreiro_geek
  • fellipevernon: “Oh, my Google!!! I’m loading……….97%!!!” #pedreiro_geek
  • hacksp: Vc é a entrada USB do meu Pen Drive #pedreiro_geek
  • couldsaymyname: “O seu cachorrinho tem gmail?” #pedreiro_geek
  • fabianny: “miamarrei no teu template” #pedreiro_geek
  • gabrielouback: me joga o capacete e me chama de #DarthVader #pedreiro_geek
  • danielimoreira: aí, gata, deixa eu invadir teu espaço negativo, vamo ficar juntinho, fazer um kerning gostoso #pedreiro_geek_designer
  • vanessa_aguiar: “vem pro myspace que eu te dou 5 estrelinhas” #pedreiro_geek
  • Alelex88: mina, teu template é show #pedreiro_geek
  • danielimoreira: aí, mina, tu libera o cooler no primeiro encontro? #pedreiro_geek
  • Ludivon: “gata, tu não anda, tu processa” #pedreiro_geek
  • Alelex88: essa é a nora que minha motherboard pediu a @deus #pedreiro_geek
  • Alelex88: ah, essa banda larga lá em casa #pedreiro_geek
  • danielimoreira: no myspace ou no teu? #pedreiro_geek
  • danielimoreira: é você quem dá o up no meu date #pedreiro_geek
  • Alelex88: se eu te pego eu te desconfiguro #pedreiro_geek
  • Alelex88: você tem bluetooth? porque foi só passar que tive um Update Automático… #pedreiro_geek
  • danielimoreira: quando deus te desenhou, ele tava numa wacom #pedreiro_geek
  • Alelex88: você é o Easter Egg que faltava na minha marmita #pedreiro_geek
  • Ludivon: “aê mina, você é o código que falta no meu script” #pedreiro_geek
  • Alelex88: e aí, gata, tá a fim de depurar o meu bug? #pedreiro_geek
  • gborin: -gata, vc trabalha no google? -não, pq? -Pq tudo que eu procuro, acho em vc. #pedreiro_geek_romântico
  • umtantocacto: você não é a Fail Whale, mas fez meu passarinho subir. #pedreiro_geek
  • Alelex88: c’mon beibi light my firefox #pedreiro_geek
  • Alelex88: e aí, gata, tá a fim de um quicktime? #pedreiro_geek
  • senhordaguerra: E aí? Qndo vc vai me deixar ser admin. Cansei de ser um Guest na sua vida. #pedreiro_geek
  • umtantocacto: não dá unfollow que eu gamo! #pedreiro_geek
  • Alelex88: cada passo dessa gata é uma animação em flash #pedreiro_geek
  • danielimoreira: imagina uma bolinha no alto do morro. imaginou? e aí? rola ou rickroll’d? #pedreiro_geek
  • Alelex88: eu queria ser um bug pra conhecer esse código por dentro… #pedreiro_geek
  • gabrielouback: morena, vc não é o @marcelotas, mas deve estar cheia de seguidor… #pedreiro_geek
  • Alelex88: bora preencher esse espaço livre no seu HD? #pedreiro_geek
  • danielimoreira: tô louco pra molhar meu cookie no teu java, gata #pedreiro_geek
  • Alelex88: que que isso, morena. bem que o google me disse hoje que eu tava com sorte… #pedreiro_geek
  • danielimoreira: aê, vai partilhar esse folder aí ou vai ficar regulando mixaria? #pedreiro_geek
  • fabianny: “meu servidor baleia quando você passa” #pedreiro_geek
  • Alelex88: Isso é mais de 1 GIGA de mulher e eu não sou nem 100 MEGA de hômi #pedreiro_geek_de_baixa_auto-estima
  • gabrielouback: se você fosse um sanduíche, te chamava de X-ML. #pedreiro_geek
  • Ludivon: “Se você fosse um sanduíche, você seria o XHTML” #pedreiro_geek
  • gabrielouback: é muito giga pro meu hdzinho… #pedreiro_geek
  • gabrielouback: 140 caracteres é pouco para o que vou fazer com você. #pedreiro_geek
  • danielimoreira: gata, você não é o firefox mas ocupa toda a minha memória #pedreiro_geek
  • danielimoreira: tu nem precisa usar caps pra me deixar de caixa-alta, morena #pedreiro_geek
  • Ludivon: “Seu eu pudesse, te bookmarcava todinha” #pedreiro_geek
  • Ludivon: “Gata, você não é senha, mas é um mistério pra mim” #pedreiro_geek
  • Alelex88: e aí, gata, mexe aqui na minha aba de preferências avançadas #pedreiro_geek
  • cristalk: vai ser twitteira assim lá em casa #pedreiro_geek
  • Ludivon: “Nossa, não sabia que boneca twittava” #pedreiro_geek
  • danielimoreira: seu cachorrinho tem twitter? #pedreiro_geek
  • Ludivon: “Nossa, com um modem desses, tá convidada a conectar lá em casa” #pedreiro_geek
  • danielimoreira: fica com ciúmes não, gatona, não troco o seu 4.0 por duas 2.0 #pedreiro_geek

Você também quer participar? Deixe nos comentários a sua cantada de pedreiro geek gemza!

Aleléx





O exclusivo mimizômetro do Lan House

29 03 2009

O mimimi (veja explicação no final do post) está invadindo a Internet. É tanto mimimi espalhado pelas redes sociais que o Lan House resolveu ajudá-lo a reconhecer se você também sofre desse problema e se está na hora de procurar ajuda profissional.

Some 1 ponto para cada resposta A, 2 pontos para cada resposta B e 3 pontos para cada resposta C. Se você marcar em torno de 5 pontos, parabéns, seu nível de mimimi é baixíssimo e deve ser bacana ser seu amigo. Se marcar em torno de 10 pontos, atenção: teu mimimi começa a preocupar, mas ainda existe esperança. Se marcar 15 pontos, é melhor rezar para ter algum atrativo bem forte ou ninguém vai te suportar.

1. Se você tem uma prova na escola ou na faculdade daqui a 2 dias, tem computador e internet em casa, você:

A) Senta o rabo no computador, pega os livros e textos da matéria e vai estudar. Até faz pesquisa no Google!

B) Fica enrolando, até liga o compu, aí checa seu orkut, vê se chegou email, abre uma conta no twitter (ou fica twittando se já tiver uma conta), e deixa o material para estudar ali do lado, porque, né? uma hora engrena.

C) Começa a se lamentar sentidamente, dirige palavras de fúria contra os deuses que te odeiam porque te obrigam a estudar aquela miséria, pensa que tem coisa muito melhor pra fazer, chuta o livro da matéria e sai pra comprar cigarro na padaria murmurando palavrões.

2. Se um menine ou menine que você acha fófis te chama pra sair, você:

A) Passa batão (se for menine), passa a chapinha (se for menine), põe uma cueca nova (se for menine) ou uma calcinha zéguizi (se for menine), e vai!

B) Fica insegurinha ou insegurinho do seu cu, e começa a pensar em um monte de pretextos pra não ir porque tem medo de dar tudo errado, mas acaba indo.

C) Inventa uma desculpa e diz que não pode, e fica em casa se torturando psicológica e fisiologicamente (devorando toras de chocolate, entrando em depressão e se lamuriando porque não teve coragem de aceitar o convite).

3. Teu pai ou tua mãe te diz que vai cortar a mesada porque você não está se esforçando o suficiente na escola/facul:

A) Você se manca, põe a mão na consciência, vê que é verdade, e conversa com eles, dizendo que vai se esforçar mais, e que eles podem aguardar os resultados, e pede para que a mesada seja mantida pois você fará sua parte!

B) Fica levemente desesperado ou desesperada do seu cu, não sabe o que fazer, mas acaba percebendo que não será o fim do mundo, será apenas por um tempo, nessa vida tudo passa, tudo paaaaassará.

C) Entra em pânico, teu mundo caiu, nada vale a pena, você bate (de propósito) com a cabeça na quina da pia da cozinha, esperneia, se lamenta, liga pra sua melhor amiga/melhor amigo, se debulha, ameaça cometer suicídio. Simata.

4. Você tá no maior lóvi com seu menine ou sua menine, amarradão ou amarradona, aí ele ou ela te diz: “Siliga, olia, a gemza tem que terminar, eu tenho um novo lóvi”.

A) O baque é forte, mas você é mais, segura a tua onda, não deixa o bambolê cair, ajeita a chapinha, conserta o boné e sai na elegância, dizendo que ela é uma vaca e não te merece mesmo, ou que ele é um pivete sem futuro e você tá melhor sem ele.

B) O choque é poderoso, te derruba na sarjeta, você sai cambaleando, erra o caminho de casa, mas, depois de uma semana já conseguiu se conformar com o pé na bunda e tá pronto/pronta pra partir pra outra.

C) Teu mundo caiu, você simplesmente não consegue aceitar, as lágrimas esguicham, você agarra a pessoa pelo pescoço, pergunta aos berros “Como você pode fazer isso comigo, você acabou com a minha vida, perdi o chão, perdi a pose, perdi o rebolado, perdi as chaves de casa e a vontade de viver!”

5. No ponto de ônibus, altas madrugas, o teu buzão não aparece e você não tem grana pra pegar um táxi.

A) Você fica firme e forte ali porque sabe que uma hora ele aparece, basta ter um pouco mais de paciência.

B) Você tá que não se aguenta em pé, tem um mendigo te olhando esquisito, mas não é o primeiro perrengue que já passou e você cata uma pedra no chão para o caso de uma emergência.

C) Você chora copiosamente e pragueja ao mesmo tempo. Teu ônibus passa e você não vê porque está chorando e praguejando copiosamente.

Agora, some seus pontos e divulgue os resultados aqui na Lan!

Aleléx

PS.: Ludivon me chamou a atenção que estava faltando uma explicação do que é “mimimi”. Gente, é simples: mimimi é mania de reclamar de tudo, de choramingar, de ficar se queixando, de ficar fazendo pipipipi igual o Chaves, enfim: onomatopéia de chororô. prontoexpliquei





Querido vizinho…

9 02 2009

Mês passado, um cara se mudou pro apartamento em frente ao meu. Sei quase nada da peça, a não ser que os móveis dele são de bambu, porque vi o pessoal da mudança carregando no corredor. Nos cruzamos na escada uma vez e ele disse “olá”, mas não posso ser amigo de alguém que tem móveis de bambu, então eu disse que tinha de lavar alface pro meu jabuti (não tenho jabuti, acho um bicho desagradável) e vazei.

Dias depois, quando fui olhar a caixa de correio aqui do prédio, vi que ele tinha deixado um bilhete todo colorido, com a imagem de um balão e uma serpentina, dizendo que iria dar uma festa e que era para falar com ele caso o barulho ficasse alto demais.

O problema do bilhete não era dar uma festa e não me convidar, mas, sabendo que não vai convidar a pessoa que vai ler o bilhete, se dar ao trabalho de fazê-lo todo colorido, com balões e serpentinas, como quem esfrega na sua cara: “Tá vendo? Vou dar o maior festão e nem estou chamando você. Mas sou educado pra caralho e pode vir falar comigo se tiver alguma reclamação a fazer”.

Hoje resolvi revelar a troca de emails que tive com ele.

reflitão

convite_paulo

From: Alexandre Rosas
Date: Thursday 8 Jan 2009 11:04am
To: Paulo Conteiro
Subject: R.S.V.P.

Caro Paulo,

Obrigado pelo convite! No início, pensei que era uma festinha infantil por causa das cores primárias fortes, o lindo balão e a bonita serpentina. Mas logo percebi que você deve ter se virado como deu no Paint. Mas ficou bonito! Não perco essa festa por nada. Que horas você quer que eu chegue?

Abraço, Alexandre

From: Paulo Conteiro
Date: Thursday 8 Jan 2009 3:48pm
To: Alexandre Rosas
Subject: Re: R.S.V.P.

Salve, Alexandre
Perdão, o bilhete era só para avisar os vizinhos que poderia haver um pouco de barulho na noite da festa. O open-house na verdade é só para amigos e familiares, mas você pode passar um outro dia pruma cerveja, que tal?
Abs Paulo Conteiro

From: Alexandre Rosas
Date: Thursday 8 Jan 2009 5: 41pm
To: Paulo Conteiro
Subject: R.S.V.P.

Obrigado, Paulo!

Me incluir na sua lista de amigos e familiares significa muito pra mim. Nunca falamos muito quando cruzamos no corredor, já está na hora de mudarmos isso. Da próxima vez que nos esbarrarmos poderemos bater um longo papo sobre um assunto de sua escolha. Podemos falar sobre o Twitter, esse assunto tá super hype. Comentei com meu amigo Rufino que você vai dar uma festa e ele ficou tão animado quanto eu. Quer que eu leve alguma coisa, uns refris, ou é tudo por conta?

Abração, Alex

From: Paulo Conteiro
Date: Friday 9 Jan 2009 10:01am
To: Alexandre Rosas
Subject: Re: R.S.V.P.

Oi, Alexandre
Como eu disse, o open-house é só para amigos e familiares. A casa não é muito grande, então nem daria para receber outras pessoas. Eu sei que você entende. So sorry, parceiro.
Abs Paulo Conteiro

From: Alexandre Rosas
Date: Friday 9 Jan 2009 2:36pm
To: Paulo Conteiro
Subject: R.S.V.P.

Caríssimo Paulo,

Entendo perfeitamente, esse prédio tem apartamentos super apertados. Eu gosto de dar uma corrida leve de vez em quando pra manter a forma, mas hoje em dia é perigoso sair de casa, então corro aqui mesmo, dou vários passinhos curtos parado no mesmo lugar com os braços estendidos junto ao corpo.

Compreendo suas limitações de espaço. Se você quiser trazer alguns dos seus móveis aqui pra casa no dia da festa, tá limpo – se colocarmos sua mobília de bambu aqui no quartinho de empregada e espalharmos as almofadas pelo chão, isso daria um monte de lugares extras pra galera sentar e o ambiente ficaria ainda mais aconchegante.

Eu disse ao Rufino para não chamar mais ninguém por causa do problema de espaço, então seremos apenas eu, ele e um outro parceirão nosso, o Verme. A gente acabou comentando da festa, ele não admitiu ficar de fora, você sabe como são essas coisas.

A namorada do Verme tem um trabalho pra fazer na noite da festa, mas pode ser que ela consiga ir se rolar carona depois com os amigos.

Super abraço, Alex

From: Paulo Conteiro
Date: Friday 9 Jan 2009 4:19pm
To: Alexandre Rosas
Subject: Re: R.S.V.P.

!!!

Ninguém pode vir pro open-house, é só para amigos e familiares! Eu nem conheço essas pessoas. Como você sabe que tenho móveis de bambu? Você é o morador do 301?

From: Alexandre Rosas
Date: Friday 9 Jan 2009 6:12pm
To: Alexandre Rosas
Subject: R.S.V.P.

Salve, Paulo,

Eu entendo que é uma festa particular e agradeço por confiar em mim e nos meus amigos. Eu apenas chutei que você tinha móveis de bambu, todo mundo tem um hoje em dia. O bambu é um dos materiais mais renováveis que existem e, além de ser tremendamente forte, é super leve e bonito.

Mas enfim, o Verme me ligou hoje empolgadão pra falar da festa e perguntou qual seria o tema, eu disse a ele que, até onde tinha entendido, não havia um tema, então falamos a respeito e achamos que seria uma boa fazermos tipo uma festa Ploc. Todo mundo ama os anos 80!

Já estou trabalhando nas alterações do seu convite e vou imprimir 100 unidades ainda hoje. Terei de pedir a sua colaboração financeira porque os cartuchos da minha Epson são importados, não encontro por aqui. R$ 150 cobrem os custos numa boa. Pode deixar a quantia na minha caixa de correio, sem problemas! Vai ficar show

Abração, Alex (super animado! = )

From: Paulo Conteiro
Date: Saturday 10 Jan 2009 11:06pm
To: Alexandre Rosas
Subject: Re: R.S.V.P.

De que diabos você está falando? Não tem festa temática nenhuma, é só para amigos e familiares. Ninguém de fora pode vir, É SÓ PARA AMIGOS E FAMILIARES, você não fala a minha língua? Não imprima nada porque não vou pagar por uma coisa que eu não preciso e não pedi! Olha, me desculpe, mas estou de trabalho até o pescoço e não posso ficar conversando com você. Você é do 301?

From: Alexandre Rosas
Date: Monday 11 Jan 2009 9:15am
To: Alexandre Rosas
Subject: R.S.V.P.

Oi, Paulo,

Concordo plenamente, hoje em dia ninguém mais tem tempo pra nada. A vida anda uma loucura. Não, não, moro no 303. Nossos quartos são parede com parede. Quando estamos dormindo, nossas cabeças ficam separadas por apenas alguns centímetros. Se puser meu ouvido na parede, consigo te ouvir.

Para a sua festa, acho que já decidi: vou de Ninja. Seria fantástico se você também se vestisse de Ninja, aí poderíamos fazer uma exibição de artes marciais para os convidados. Vamos fazer isso! Tenho espadas de verdade, vou levá-las.

Ah, você disse no convite que se eu precisasse de alguma coisa, era só dizer. Meu carro vai estar na oficina semana que vem e eu pensei, como agora somos amigos, se estaria tudo bem pra você me emprestar o seu. Tenho verdadeiro pavor de ônibus, estão sempre lotados de pobres que não têm carro.

Abrasss, Alex

From: Paulo Conteiro
Date: Monday 11 Jan 2009 3:02pm
To: Alexandre Rosas
Subject: Re: R.S.V.P.

!!!!!!!????????

Não, eu não vou emprestar meu carro e não existe o maldito 303. Eu acho que você é o morador do 301. Você não vai vir pro meu open-house e não vai trazer ninguém. Qual é o seu problema, afinal?? Meus únicos convidados são amigos e familiares, eu já disse isso. Ninguém vai vir fantasiado e só vai ter gente que eu conheço. Não quero ser grosseiro, mas pelamor cara! respeita

From: Alexandre Rosas
Date: Wednesday 14 Jan 2009 2:04am
To: Paulo Conteiro
Subject: R.S.V.P.

Grande Paulo,

Estou em viagem de negócios desde segunda-feira e não consegui acessar meus últimos e-mails. Chego em casa hoje à noite, a tempo pra festa, e só queria dizer: estamos todos ansiosos! Devo chegar por volta das onze, no máximo meia-noite, exatamente quando começa a esquentar.  = ))) O compromisso da namorada do Verme foi cancelado, então ela vai conseguir. Portanto, mais uma boa notícia. É provável que ela traga aqueles amigos que eu falei, então vai ser mais animado do que imaginamos. Estou levando o Imagem & Ação.

Super abraço, Alex, the Ninjaaaaa

Aleléx

Tradução e adaptação exclusivas do Lan House do Purgatório sobre o original de David Thorne.




Uma verdade [verdadeiramente] inconveniente

22 09 2008

Sempre que encontramos uma pessoa legal e imaginamos que vamos ficar o resto da vida com ela, temos a certeza de que será aquela maravilha pra sempre. Que essa história de “cair na rotina”, “perder o carinho”, “apagar a shama da paishão” nunca vai acontecer com você.
Como eu adoro desiludir esclarecer as pessoas, vou mostrar algumas situações da maneira que elas acontecem ao longo de um relacionamento.

Declarações:

6 semanas : Eu te amo, eu te amo, eu te amo.
6 meses : É claro que eu te amo.
6 anos : POR MERLIN! Se eu não te amasse por que raios você acha que eu estaria com você?

Chegando do trabalho:

6 semanas : Queridaaa (o), cheguei.
6 meses : CHEGUEI!!
6 anos : O que a sua mãe cozinhou pra gente hoje?

Presentes:

6 semanas : Amor, espero que você realmente tenha gostado do anel, foi de coração, com todo meu amor.
6 meses : Comprei um liquidificador pra você, vai facilitar nossa vida de manhã.
6 anos : Toma o dinheiro, e compra alguma coisa pra você.

Telefone tocando:

6 semanas : Chuchu, tem alguém querendo falar com você-ê.
6 meses : Aqui ó, pra você.
6 anos : ATENDE A PORRA DO TELEFONE!!

Cozinhar:

6 semanas : Hummm, eu nunca imaginei que comida tivesse um gosto tão bom.
6 meses : O que teremos pro jantar hoje?
6 anos : AH NÃO, DE NOVO???

Desculpas:

6 semanas : Meu docinho de coco, não se preocupe… eu jamais usaria isso contra você.
6 meses : Siliga! Não faça isso de novo.
6 anos : Que parte do que eu disse você não entendeu? Vou ter que desenhar?

Planejamento de férias:

6 semanas : O que você acha de passar 2 semanas em Viena ou onde você quiser?
6 meses : Acha ruim só visitarmos meus tios no Rio?
6 anos : Viajar?? Qual o problema de ficarmos em casa?

TV:

6 semanas : Nenem, o que você quer ver hoje? Algo que dê pra ficarmos bem abraçadinhos.
6 meses : Gosto desse filme.
6 anos : Eu vou assistir o CANAL DE ESPORTES, se você não está a fim, vai dormir mais cedo.

Roupa nova:

6 semanas : Aimelzeuz, você está a coisa mais Linda do mundo nessa roupa nova.
6 meses : Você comprou mais roupas? Seu guarda roupa está abarrotado.
6 anos : Quanto que isso custou PRA MIM?

Beijosfiquesolteirofikdik

Luddie Von





Os 20 mandamentos assexuados

17 09 2008

Atendendo a insistentes e assexuados pedidos, a Lan House traz hoje pra galere os 20 mandamentos dos menines e menines assexuadinhos e assexuadinhas do seu cu. Advertimos os corações mais tarados sensíveis para as fortes cenas de assexualismo explícito expostas abaixo. Post não recomendado para cardíacos. Respirem fundo, e, com vocês:

Os Fabulosos 20 Mandamentos Assexuados

  1. Dispensarás quem te dá mole
  2. Teus amores serão tão platônicos que nem farás questão de que a pessoa exista
  3. Terás capacidade infinita para desconversar quando te cantarem
  4. Terás preguiça mortal de pegar alguém
  5. Serás absolutamente surdo para todas as conotações sexuais
  6. Jamais repararás nos belos atributos corporais de ninguém
  7. Nem te passará pela cabeça escolher uma cueca ou calcinha mais apropriada pra night
  8. Não compreenderás a literatura de Nelson Rodrigues ou Jorge Amado
  9. Se te chamarem para uma festa do cabide, preferirás ficar jogando PS3 ou brincando com seu hamster
  10. Serás incapaz de entender indiretas safadenhas
  11. Quando fores ao cinema com alguém bacana, assistirás ao filme
  12. Serás o único a não ver graça em piadas safadenhas
  13. Não verás maldade em ver tua amiga gostosa (ou amigo) trocar de roupa
  14. Acharás beijo de língua anti-higiênico
  15. Não verás outra finalidade para o teu sexo que não seja fazer xixi
  16. Comprarás uma playboy para impressionar teu pai mas só te importarás com as piadas e entrevistas
  17. Tomarás tequila com a galere e em pouco tempo estarás na cama (dormindo)
  18. Quando vires uma menine ou menine deslumbrante nuinha/peladenho, pensarás na mesma hora “gemza, mas não sente frio?”
  19. Terás preguiça mortal de te masturbares
  20. Desejarás ardentemente o sexo dos anjos

Este post miserável esclarecedor trazido para vocês por…

Luddie Von e Aleléx





O que fazer numa situação de socialização forçada

7 08 2008

Atendendo a pedidos, hoje falarei sobre uma situação muito incômoda que com certeza já aconteceu com todo mundo no mundo inteiro. As chamadas “situações constrangedoras de obrigação de socialização sem assunto corrente”, também conhecida como, falta de assunto em casos de convívio obrigatório, aliás, que seja, já entenderam o que eu quero dizer.
É quando você está em um lugar, e pra não ficar aquele silêncio incômodo, você se vê obrigado a falar um monte de asneiras que não queria falar e a ouvir misérias que nem te interessam, tudo pelo bem dos relacionamentos humanos.

É valido para os casos de: almoço, elevador, salinha do café, fumódromo etc. também quando você está, por exemplo, em uma mesa de bar com um amigo e um amigo dele, e seu amigo vai ao banheiro, e para não fazer o antipático, você tenta puxar assunto com a pessoa, mesmo ela sendo chata pra caralho.

Enfim, citarei alguns assuntos de conhecimento comum em forma de diálogo em uma situação corriqueira. Mas como eu não consigo ensinar nada que seja real realmente útil, vou dizer como você deve se portar para que a pessoa nem queria falar com você mais, te ache estranho e perigoso, assim nenhum dos dois se sentirá na obrigação de falar quando isso voltar a acontecer, evitando assim, possíveis futuros constrangimentos.
(Os comentários entre colchetes são ações, e entre parênteses são observações, e o iniciante da conversa é sempre você, a pessoa estranha em questão).

· Elevador
– Esquentou né
– Nossa, ta um frio da porra!
– É mesmo, né. Você está com frio não? Eu estou morrendo
– [vestido como se estivesse pronto pra uma expedição ao Alaska] Não…
– É, nem eu muito.

· Almoço
– Você está acompanhando as olimpíadas?
– Estou! E você?
– Não (mas todo dia você olha na UOL os resultados dos jogos). O que teve de jogo ontem?
– Ahn… futebol feminino, Brasil e Croácia, vôlei masculino, Suécia e Noruega, vôlei de praia masculino, África do Sul e Coréia. Só esses que eu vi.
– Aposto que quem ganhou foi o Brasil, Noruega e Coréia.
– Como sabe?
– Eu sempre tive esse dom de prever resultados. Topa entrar nessas apostas? Você dá o dinheiro e eu o palpite. Eu sempre acerto, mas não posso dar garantias.
– Fechado!
(Pronto, daí você vai errar provavelmente, e a pessoa não vai mais falar com você).

· Corredor
– Seu cadarço está desamarrado.
– (olha) não, está não
– Está sim!
– Não está
– É claro que está, olha direito!
– Mew, não está!
– Ah é, não está mesmo não, deve ter sido uma lagartixa.

· Salinha do café
– Estou com fome, vou comer um biscoito, aceita?
– Aceito, por favor.
– Não divido comida com estranhos.

· Fumódromo ou área comum (tipo sacada, varanda, entrada etc)
– Quer um cigarro?
– Não, obrigado, não fumo
– Que bom. Eu parei [acende o cigarro].

· Na porta, esperando – banheiro, portão de entrada, sala de reunião, sala de aula (esperando alguém abrir)
– Vai votar em quem nessa eleição?
– Ah, estou pensando no Alckmin mesmo. E você?
– Cara, Mario Covas na cabeça.

· Enrolando pra dar a hora de ir embora

– Oh, tédio…
– Estamos pensando em ir num happy hour depois, topa?
– Não posso, tenho ginecologista (diga mesmo se você for homem, melhor ainda).

· Encontro fortuito na rua
– Oi Fulano! [apertam as mãos]
– Oi! Onde está indo?
– Estou procurando um banheiro pra eu lavar as mãos.

· Mesa de bar (seu amigo levantou pra ir ao banheiro)
– Então, de onde conhece o Cicrano?
– Ah, amigos em comum, e você?
– Ele me comeu uma vez, depois disso, nunca mais nos desgrudamos. (bom que já queima todo mundo junto!).

· Festas e outros eventos sociais.
– Amigo, pega uma cerveja pra mim aí, por favor?
– Claro [pega a cerveja e te entrega]
– Obrigado amigão! (se for cerveja paga, não pague o cara, se for de graça dê uma moedinha de 10 centavos pra ele).

Se nada disso fizer as pessoas se afastarem de você, vire modelo, apresentador, dançarino, cantor e se candidate ao Big Brother.

Bjuzmimandaprabarbacena

Luddie Von





O que menines bêbados fazem no banheiro?

29 07 2008

Mijam, é claro!

Quer dizer, tentam acertar o meio do vaso, porque os litruz – tonéis, se estivermos falando da Bisteca – de cerveja consumidos durante a noite deixam tudo embaralhado e com imagem dupla na nossa frente…

Pois agora você pode testar a pontaria do seu lulu (ou lelé, mas a menine estando de pé… hihi) neste game miserável em flash que simula os efeitos do álcool quando ele ou ela vai se aliviar no banheiro. É simples: basta tentar controlar a direção do jato com o mouse para não molhar a beirada do vaso, nem o chão, nem o seu au istar novo. As tulipas vão se esvaziando e a situação vai saindo do controle; portanto, concentre-se!

Ligue o som do seu PC: o barulho do jato na água, o som do tuntz-tuntz de buatchy no fundo e o menine lá suspirando no final, tipo (“oooh-ho-ow!”), de alívio, são destaquinhos desse game miserável que não serve para rigorosamente nada, a não ser, é claro, desperdiçar o seu preciosíssimo (cof, cof) tempo. Depois não diga que não avisei!

Eu não ligo a mínima praquela pontuação mequetrefe que eles põem lá, mas, se quiser anunciar seu recorde aqui, fique à vontade, oks.

Mijão! Mijona!

Aleléx

.
Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to Ma.gnoliaAdd to TechnoratiAdd to FurlAdd to Newsvine