Confissões de uma indecente – II

29 11 2008

Nem eu imaginava que as confissões da indecente [post anterior] iam fazer tanto sucesso. Ela está se sentindo mais leve e disse que o pastor já a deixou beijar a mão dele, mais um pouco e poderá ser batizada.

Por isso, atendendo aos pedidos curiosos e safadenhos, postarei a segunda parte dessa historia.

Em torno de um mês depois estava eu travada de bêbada (só pra variar) em um bar, voltando para casa escutei uma música em um apartamento vizinho, entrei na festa para beber mais. Quando cheguei lá, perguntaram o que eu queria escutar, sem pensar eu disse “funk!”, e fui à garagem buscar um CD no meu carro, como fui às pressas, tropecei nas escadas, bati no retrovisor de um carro ao que fui cair de cara na lanterna de outro carro. Quando o manobrista viu, veio correndo ao meu socorro, eu cheia de classe, neguei a ajuda e voltei à festa de cabeça erguida (com o CD de funk na mão).

Na hora da bebedeira, liguei para o pedreiro (às 03:00 da manhã, acredite se puder, ele apareceu em meia hora – comecei a achar isso compreensível, pois pensem comigo, ele só deve comer umas barangas, quando aparece a chance de comer a patricinha, ele reúne seus poderes de super pedreiro e vem voando na sua super britadeira mágica) ele estava com um perfume tão enjoativo quanto o perfume daquele pessoal trabalhador que vai pra labuta de ônibus às 07:00. Estava enjoada, queria vomitar, ainda mais porque estava muito bêbada (ele usa Avanço, certeza). Trouxe-o para minha residência, apesar de estar com o estômago embrulhado. Fui ao banheiro para retirar o absorvente (estava no último dia, mas como minha menstruação é absurda, o último dia não é tão tranqüilo assim) e o levei para o quarto. Lá transamos loucamente, de lado, de quatro, de pontinha, de todos os jeitos, e foi maravilhoso. O melhor da história foi quando ele foi jogar a camisinha no lixo e viu um pouco de sangue, quando voltou para a cama ele comentou: acho que meu Fagundes é muito grande e eu te machuquei um pouquinho, pois havia um pouco de sangue (E PARA NÃO RIR?). Logo depois, ele quis dormir de conchinha, mas eu sou como os homens, quero dormir depois que gozo. E também, que dormir de conchinha o que, o negócio era só sexo mesmo.

Agora, o pedreiro ta apaixonado por mim e eu não sei mais o que fazer. Talvez peça pra ele construir uma casa pra mim, depois dou um fora.


Fim da primeira parte. Logo teremos outra confissão absolutamente indecente.

Estou começando a sentir vergonha alheia.

Ludivon

Anúncios

Ações

Information

26 responses

29 11 2008
Rodrigo

Ah, vamos. Qualquer um cometeria o ato falho do sangue na camisinha.

Não é?

29 11 2008
juaanb

Talvez peça pra ele construir uma casa pra mim, depois dou um fora. – huaaaaaahahahaha

29 11 2008
Ana C.

Beijar a mao do pastor?

CERTEZA que ela que fazer zeguizo com o pastor, certeza.

29 11 2008
Cris

HUAHUAHUAHUAHAUAHUHAUA!!!!

adoro o estilo da escrita dela.

adorei tb a festa e a queda nada a ver com a história!

huahuahuahuahuahuah!

adorei tudo, do começo ao fim.

ah! e adoro esse pedreiro tb.

29 11 2008
Amigo Gay

eu tinha tara por pedreiro. #fail

29 11 2008
Lorens

Ôpa! Mas tá é boa essas confissões! Tô só esperando mais! Parabens pelo blog, venho acompanhado há uns três meses e sempre dou boa risadas aqui! Bjsss!

29 11 2008
Ludivon

Lorens, que bom que está gostando! vai ter mais sim, em breve. disse à ela o sucsso que suas confissões estão fazendo e que logo ela estará libertada, ela se propos a escrever mais.

29 11 2008
PP

“Agora, o pedreiro ta apaixonado por mim e eu não sei mais o que fazer. Talvez peça pra ele construir uma casa pra mim, depois dou um fora.”
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

ri litruz xD

q gemza doida! qro ler mais confições indecentes!

29 11 2008
{gui}lherme

Lud, que lugar é esse que vc estuda? O_O

30 11 2008
Ludivon

na universidade da galere!

30 11 2008
Lou

Acabei de ler praticamente tudo do blog. Ufa! (risos!)
Adorei a escrita e o escrito. (: Estão de parabéns, e com certeza volto pra ler a continuação das confissões.

(sem baba-ovisse) o.O’

30 11 2008
Débora

“Talvez peça pra ele construir uma casa pra mim, depois dou um fora.”

q

30 11 2008
D.

uau . muito bom este blog *—*

certeza q ela quer fazer zéguizo
com o pastor [2]

30 11 2008
PP

“pois pensem comigo, ele só deve comer umas barangas, quando aparece a chance de comer a patricinha, ele reúne seus poderes de super pedreiro e vem voando na sua super britadeira mágica)”

UAHUAHuahuHAUAHUhuahUHA ESSA FPO DEMAIS

30 11 2008
Ludivon

Lou, obrigada pelo elogio!!! se você já leu tudo, temos que escrever mais melzeuz!!!

D. obrigada!!! logo teremos mais confissões, prometo.

30 11 2008
Miss Surtada

Que bom que vc gostou de ler as minhas misérias… e pensar que eu comecei esse blog pq tava com puta medo de enlouquecer e me jogar da sacada

Mto bom o blog!!
bjos.

1 12 2008
bb

kkkkk!1!1 amay bjs

1 12 2008
Lis

Adorei!!! O jeito que ela escreve é ótimo!

2 12 2008
ellenziita

uui! asassuhusahsua adoreei!

3 12 2008
lalá

hahahahaha
ri litruz ! o melhor foi a parte da britadeira mágica , gemza !
rs

3 12 2008
Princesa

Ela deve ser linda e maravilhosa!!!

5 12 2008
crisca

não seria fim da segunda parte?

5 12 2008
Shady

hahahhaa

euri /D

9 12 2008
Liih

*morri de rir*

16 12 2008
claudia guay

cara, isso é muuuuuuuuito bom!!!
ri horrores!

11 02 2009
antrax

fraquíssima…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: