Como disfarçar o seu glamour decadente

5 08 2008

Você, que gosta de fazer o phyno com p, h e y mesmo, e está cansado de quando está lá bancando o fodão alguém acabar percebendo que você está se fazendo, que você já virou um Neo-pobre e não aceita isso, a Lan House veio trazer pra vocês mais um ensinamento inútil que vai mudar a sua vida.

Por exemplo, você freqüenta locais refinados e quer tudo do bom e do melhor, mas nem tem grana pra bancar isso, o que resulta em uma equação bem simples – balada fina + pouco dinheiro = 1 semana fumando Derby ou 2 semanas sem comida japonesa.

Para isso, vamos tentar contornar. Mas imagine que se você continuasse mantendo a sua reputação, mas fazendo costuma fazer com menos freqüência, você vai economizar dinheiro, então poderá ser ainda mais fino da próxima vez que for pra esbórnia rica. Coerente, não?

Aqui vai um bom manual de desculpas e escapatórias para que você possa manter o orgulho intacto nas situações mais constrangedoras e na vida social.

Nos casos de sexta e sábado:
Chega quase a ser vergonhoso ficar em casa, à noite, no fim de semana. Se for nos dois dias, já é quase um “simata”. Logo você, uma pessoa fina, que freqüenta lugares de lusho e ostentação. Então pra não falar que ficou em casa, comendo miojo e vendo Globo Repórter e Zorra Total, ou assistindo o Pornotube, conte umas mentirinhas. Dê uma pesquisada no que teve de inauguração ou de novo, como baladas, eventos ou barzinhos, na sua cidade ou arredores (se não tiver tido nada, invente) e se perguntarem o que você fez no fim de semana, cite esses lugares. Se perguntarem o que você achou, para não errar, diga apenas “ah, foi legal”, assim não corre o risco de você estar errado, já que isso não diz muita coisa.
Se for entrar no MSN, SOMENTE offline. Se ainda assim falarem com você (tem quem tenha programas pra saber, e há quem tenha uma sensibilidade digital), diga que está na casa de um amigo, está bêbado e que já está saindo pra balada (também vale pra Orkut).


Na faculdade/ escola:

Não dá mais pra ir de carro porque seu pai vendeu ou porque a gasolina está muito cara? Diga que você optou pelo transporte coletivo por motivos ambientais, simples assim. Você ainda vai ganhar simpatia e ser reconhecido pela sua consciência ecológica e responsabilidade social.
Não está mais dando pra comprar Nike Shot e calça Diesel? Diga que se voltou contra o mercado abusivo da moda. Capitalistas e estimuladores do consumo desnecessário!
Ta reaproveitando caderno? Motivos ambientais again.
Levando lanche em vez de comer na lanchonete? Hum… diga que sua mãe mandou e pronto, ninguém ousa ir contra as mães. Qualquer coisa diga “Você ta falando que minha mãe ta errada, mano???”

Envolvendo comida:

Quando você não sabe comofas pra comer aquele prato bizarro que nunca tinha visto algo parecido nem em quadro abstrato, vale a regra básica: espere alguém fazer primeiro. Se a pessoa estiver demorando a começar, começa aquele momento de stress para evitar a gafe. Comece a ter uma crise de espirros, diga que precisa ir ao banheiro, qualquer miséria dessas. Se ainda assim a situação persistir, olhe pro prato com desconfiança e diga “nossa, sou alérgico a isso”. (aliás, essa desculpa também vale pra quando você não gosta da comida, mas está sem jeito de falar. Diga que fica empipocado, com a cara inchada, não consegue respirar e tem um ataque epiléptico). Isso é muito bom em casos de almoço/ jantar na casa dos pais do(a) namorado(a).

Para quem vai a um lugar onde a comida é cara ou são servidas pequeniininninininininninininhas porções (sabe aquele pratinho miserável, com pouca comida que mais parece um prato com o resto de comida que você não aguentou comer na sua casa? Então, é nessa quantidade!) Mantenha a pose. Faça cara de satisfeito. Saia de lá elogiando toda a phyneza do lugar. Saia correndo de lá e pare na primeira barraquinha daquelas de ‘4 lanches + 1 suco por R$ 1,00′ (podrãooooo). A felicidade estará lá, juntamente com aqueles litruz de quétichupi e mostarda.

Pobre, mesmo sendo neo-pobre, normalmente costuma se deslumbrar em lugares mais bacaninhas e exóticos, se é self service então, hum. Coloca arroz, arroz com legumes, arroz com frutos do mar, arroz com azeitona roxa, feijão preto, tutuzinho de feijão, feijão vermelho, feijão de corda, feijão carioquinha, todas as partes mais nobres do boi e da vaca, lingüiça (com trema), peixe cru, rodelas de abacaxi, pedaços de morangos grelhados no vapor, peito de pato ao molho de mel truffado (essa receita eu vi uma vez no Ronnie Von), tudo o que é colorido, inédito e lindo ta no prato! TUDO! (E o mais legal é chegar em casa ou para os amigos contando tudo de diferente e todas as variedades que tinha no prato).
Você, Zóinho Grande, aprenda uma lição – Antes de sair de casa, coma um miojo, um pão com mortadela, bolacha água e sal, qualquer coisa. Seu olho não vai crescer tanto pq sua rabiguinha estará cheia.

E nunca confesse aos seus amigos que você está arrependido de ter deixado aquele restinho de comida no prato do restaurante, e que pela manhã do dia seguinte, você acordou com vontade de voltar no tempo e comer aquele resto. Guarde esse sentimento contigo/contido!

Em bares:
Gente fina não bebe demais, pelo menos não no local de socialização. Ou seja, tudo bem você ficar bêbado, mas tem que beber drinks requintados, e bebericá-los durante a noite. A solução é simples: bebe umas doses de pinga antes. Você já vai ficar de boa e foguentinho a noite toda, pode até chegar ao creu velocidade 17 com facilidade.
Parecendo fino e animado, será fácil fazer amizade com gente fina de verdade, que vai querer pagar tudo pra você.

Tentei colocar aqui as situações mais comuns, se alguém precisar saber como se portar elegantemente em outros casos, é só pedir.
Bjuzahazanapseudofinesse

Luddie Von

Meus sinceros agradecimentos à Cecon, a mais neo neo-pobre. ahazou gacta.

.
Add to FacebookAdd to DiggAdd to Del.icio.usAdd to StumbleuponAdd to RedditAdd to BlinklistAdd to Ma.gnoliaAdd to TechnoratiAdd to FurlAdd to Newsvine

Anúncios

Ações

Information

27 responses

5 08 2008
Ruuan

RERERE

Eu fico em casa sexta e sábado comendo miojo e na internet, porque aqui não tem NADA pra fazer, só tem mato

COMOFAS/

5 08 2008
pattyfranchini

hahaha, ://
engraçado litruz, mas, me deprimi.
*me identifiquei.

neo-pobre blerg!!

5 08 2008
{gui}lherme

legal, mas ainda prefiro o “pegar alguém comofas/?”

5 08 2008
- taah

me identificay, too.

comofass

5 08 2008
vê se pode !

tsc tsc, coisa de pobre. hunf!

5 08 2008
Cecon

Errr… tipo, me identifiquei com o tópico do fds em casa.

Como ser cauteloso e phyno se você é humirdi?

* Dica 1 – Para quem vai a um lugar onde a comida é cara ou são servidas pequeniininninininininninininhas porções (sabe aquele pratinho miserável, com pouca comida que mais parece um prato com o resto de comida que você não aguentou comer na sua casa? Então, é nessa quantidade!) Mantenha a pose. Faça cara de satisfeito. Saia de lá elogiando toda a phyneza do lugar. Saia correndo de lá e pare na primeira barraquinha daquelas de ‘4 lanches + 1 suco por R$ 1,00’. A felicidade estará lá, juntamente com aqueles litruz de quétichupi e mostarda.

Dica 2 – Pobre normalmente costuma se deslumbrar em lugares mais bacaninhas e exóticos, se é selvisévice então, hum. Coloca arroz, arroz com legumes, arroz com frutos do mar, arroz com azeitona roxa, feijão preto, tutuzinho de feijão, feijão vermelho, feijão de corda, feijão carioquinha, todas as partes mais nobres do boi e da vaca, lingüiça (com trema), peixe cru, rodelas de abacaxi, pedaços de morangos grelhados no vapor, peito de pato ao molho de mel truffado (essa receita eu vi uma vez no Ronnie Von), tudo o que é colorido, inédito e lindo ta no prato! TUDO! (E o mais legal é chegar em casa ou para os amigos contando tudo de diferente e todas as variedades que tinha no prato).
Você, Zóinho Grande, aprenda uma lição – Antes de sair de casa, coma um miojo, um pão com mortadela, bolacha água e sal, qualquer coisa. Seu olho não vai crescer tanto pq sua rabiguinha estará cheia.

E nunca confesse aos seus amigos que você está arrependido de ter deixado aquele restinho de comida no prato do restaurante, e que pela manhã do dia seguinte, você acordou com vontade de voltar no tempo e comer aquele resto. Guarde esse sentimento contigo/contido!

Beijos

5 08 2008
Luddie von

hauhauhuhauhauhauhauhauhauhuhauhauhauhauhauha

ahazooooooooooooooou nas dicas Cecon!!! muito dignas hahahahahaha

posso incluir?

e Guilherme, é ´serio, nãop posso fazer isso. iria acabar com a minha reputação, isso não faço nem pelos meus queridos leitores. tá que a reputação já não é aquela cooooooisa, mas chega de cagar no maiô né minha gemza

5 08 2008
Katarine

uow, muito bom! mas só tem uma coisa: quando a pessoa fica bêbada ela acaba falando coisas que não tem coragem pra dizer quando está sóbrio… e se ela revelar que é pobre, pagando de phyno, que é loucadocudela e não tem no bendito cu o que macaco roa de manhã até meio-dia? o.o’

5 08 2008
Cecon

Opa! Será uma honra pra mim!

Obrigada!

* Senhorita Luddie Von, ainda queremos as suas dicas! Se sua reputação não é lá essas coisas… o que é uma espinha no leproso?

Beigos

5 08 2008
Luddie von

gente, vocês estão sendo muito egoistas! se eu contar o que faço, nunca mais pego ninguem!

5 08 2008
D.

Muito Bom.

HUAHUAHUAHUA

Eu fico em casa sexta e sábado comendo salgado e na internet.hahaha

Beijos.

6 08 2008
talita

boa a dica de alergia. dá licença eu não gostar de estrogonofe?
toda mãe de amigo /sogra/ parenta distante faz estrogonofe.

-eu não gosto, sabe…
-não, mas é que você nunca comeu do meu estrogonofe!

vou ter alergia a creme de leite. rá.

(daí tem pavê depois, e eu me fodo. =/ )

6 08 2008
alelex88

Nossa, Cecon ahazou litruz! *_*

rabiguinha, contigo/contido…. clap-clap-clap!

6 08 2008
alelex88

talita, gosto de strogonofe de frango, mas deploro pavê. saycu

6 08 2008
Luddie von

auhahuauuhauhhua é verdade talita, sempre tem isso!!!

fala que é intolerante à acidez do molho vermelho! não existe doce com molho [espero]

como assim não gosta de pavê? saycu

6 08 2008
alelex88

Não gosto muito de doce. Gosto de quindim e pastel de santa clara e… não lembro outro agora! Lembrei! Gosto de mil folhas e bomba de creme ou chocolate! =)

Mas se o pavê não for muito doce (tetesto doce muito doce), eu como!

6 08 2008
crisca

eu nem tenho vida social, então rachei lendo tudo, asme nem preciso aplicar!! hihi

*oq será pior afinal?*

7 08 2008
Cecon

Ai, até deu orgulho de ser pobre! ahahahahha

* Sou pobre, mas sou limpinha, minha gente!

Obrigada novamente querida Von =D

7 08 2008
Cecon

E obrigada também ao Sr. Alelex

7 08 2008
Luddie von

olha a situação da crisca coitada hahahaa

cecon, imagina, mereceu!

8 08 2008
G.

o problema de dizer que você foi a algum lugar quando na verdade não foi é que a pessoa pode dizer “sério? eu estava lá e não te vi”.

8 08 2008
alelex88

ah dinada Cecon, mereceu mesmo!

8 08 2008
Cecon

Gente, eu levo a Crisca pra sair às vezes! Ela ta mentindo!!!!

8 08 2008
Luddie von

nossa, que tédio que tá aqui hoje

8 08 2008
Cecon

vamos colocar fogo no blog?

hohohoho

9 08 2008
alelex88

vamos!

30 08 2008
Paty

uma vez foi na casa do meu namorado e a mãe dele fez peixe e com umas coisas que parecei merda ….fiquei com voltade de vomitar e disse que era alergica!!
depois de uns tempo ela vai em casa e é peixe no jantar…
ela pergunta a minha,
-mas sua filha não é alergica…
….IMAGINA O RESTO…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: